3.5.07

cópia propositada

Intervenção (A Torre do Vazio) *

A Torre do Vazio procura reflectir sobre a construção em altura nos Vazios Urbanos da cidade de Lisboa, e em particular, sobre a construção em altura nos vazios urbanos da área de Alcântara.
Programaticamente, a Torre do Vazio, suprirá a inexistência do necessário albergue para o jovem arquitecto desempregado.
A Torre do Vazio será dimensionada de acordo com dados estatísticos a apurar em inquérito de natureza “social-realista”.
A Torre do Vazio plasma a retro-projecção do cone de sombra (“dark light”) do perfil do jovem licenciado, qualificado e habilitado ao cumprimento de uma “missão” socialmente reconhecido no meio social, depois de devidamente ordenado pela casta superior dos ordenados superiores.
A Torre do Vazio não terá porteiro, nem vídeo portaria no “lobby” da Torre condo-mínio da existenzminimum.
A Torre do Vazio transmitirá em directo, e por meios tecnologicamente chocantes, as não menos chocantes conferências “shock” (e pavor!) das Star-Architects convidadas às futuras edições da Trienal.
No triénio intercalar (calar!) a Torre do Vazio transmitirá, 24 horas sobre 24 horas, o Big Brother dos arquitectos, em directo de um qualquer gabinete de projectos de sucesso por essa teia fora.
Na Torre do Vazio, não há lugar para o vazio. A Torre, em autoconstrução, cresce ou decresce conforme as necessidades e a vontade.

* Escrito por amável convite e "encomenda" de Paulo Moreira in o despropósito